quarta-feira, 13 de setembro de 2017

esfregando nossos paus um no outro

Meu nome é NIL e eu tinha 16 qdo aconteceu um uma coisa entre primos 

o meu primo chama de rodrigo tem 14 anos  e  a gente é muito proximo do outro .
A quando era pivetinhos  costumava fazer troca-troca com uns moleques da rua, tudo só na esfregação de jogo encoxada essas coisas, mesmo com teor sexual mais sem malicia de genet grande , mas era uma delícia. Desde entao, qaundo  cresci, nunca mais fiz nada parecido e, inclusive, me envolvo até hoje com mulheres não resisto um bumbum empinadinho, peitos durinhos de uma menina gostosa … 
Porém, sempre que bato uma punheta no meu pau bem duro  ou qqaudno estou comendo uma mina, se quero gozar é só pensar em outro menino d epau duro ou punhetando que vem o goso na certa .
Alguém ja sente isso, nao me sinto gay,mais tenho esses desejos,e goso rapido so em pensar
O que ocorreu com meu primo rolou certo dia que eu e ele  estávamos sozinhos na casa dele e levei um DVD pornô pra assistir. Sempre tive uma tara pelo NIL,nao aquela coisa de dá cu e chupar,mais de bater uma punheta bem gostosa com ele ,masturbando ele pegando em sue pau, era meu sonho de adolescente
Aliás, desde muito pequeno a ele tinha uma intimidade inocente em mostrar seu pau pra mim, perguntando coisas, e eu sempre louco pra pegar aquela coisa.
No dia que levei o filme tinha algo em mente .
E  um plano pra poder ver como tava aquele pau mais desenvolvido.
Eu coloquei o filme e  a gente começou assistir, ele colocou mão no pau dele, e eu coloquei na minha muito duro e fiquei massagendo meu pau por cima do shorte e ele até olhou para minha mãos e meus movimentos e perguntei se ele se importava se eu tocasse uma punheta ali na frente dele. 
Ele sorriu, deu de ombros e disse q tudo bem. 
Eu ja estava com muita vontade e afim de exibir meu pau de 16 cm Não pensei 2 vezes e botei meu pau pra fora. Mas só de pensar na situação a vontade de gozar vinha forte. Segurava o quando podia e dava uma pausa e parava…
Em um momento, falei que tava envergonhado de bater punheta sozinho com ele ali e que ele podia bater uma também, pra nao me deixar solo na brincadeira. 
Aproveitei e perguntei se ele tava de pau duro e ele novamente sorriu e disse que sim,
Então eu disse:
-ei man mostra logo ai 
 Assim ele fez e pude ver aquela delícia enrijecida.
Relutante, guardou o pau  na cueca, mas eu insisti q batesse punheta comigo,ja que ele tava de pau duro e ele cedeu. 
Eu estava louco de tesão com aquilo, entao perguntei se ele sabia tocar de tal maneira que apenas os dedos massageassem a cabeça, e demonstrei como eu fazia. 
E Ele até tentou, mas nao estava fazendo direito… 
Com o coração acelerado, pedi que me deixasse mostrar a ele pois arrisquei meus planos ir para agua baixo Mas o inisitado aconteceu  em ele aceitar pegar em seu pau e, para minha surpresa, ele deixou.
 Foi a coisa mais gostosa daquele momento: sentir em minha mão o pau duro do meu primo.
Cara para quem é punheteiro e voce tem uam fantaisa e tara de bater com outro menino e quando aquele cara que tu tinha tanta vontade da certo, o teu pau estoura de tesão, quem sabe e o que ja apssou que pdoe explicar que pau massa é bater para outro e ser punhetado,vamos ao conto então.
Bati punheta para ele do jeito que ensinei, mas aproveitei pra agarrar toda sua extensão e fazer movimentos de vai e vem. 
Em seguida, pedi que ele pegasse no meu também e ele não negou em nenhum momento.
Ficamos ali nos tocando,e estavamos batendo um para outro ,fazendo aquela mão amiga, aquela punheta tão sonhada com meu primo, delirando a sua mao me punetando, e eu pegando no pau dele, e ele gemendo baixinho  mas toda vez eu pedia pra ele parar senao eu ia gozar, e eu queria q aquele momento nao terminasse tão breve.
Eu pegava nas bolas dele e ele pegava nas minhas, massageava, fazia tudo o q eu fazia com ele, entao propus que ficássemos em pé e esfregássemos nossos paus um no outro. 
Que delícia! Se tem uma coisa que gosto é de um pau roçando no outro. 
Ele fazia tudo o q eu ordernava , entao logo pedi pra ele deitar na cama e deitei por cima dele. Ajeitei minha piroca sobre a dele e esfreguei gostoso!!
Depois, pedi que ele fosse por cima e foi a vez dele ajeitar seu pinto sobre o meu e fazer movimentos enquanto eu segurava sua bundinha gostosa.
Não demorou muito e soltei um jato de porra em sua barriga, lambusando a minha, inclusive.
Me senti meio estranho após o fato e por toda situação, com medo dele falar sobre isso pra alguém depois, enfim. Mas ao mesmo tempo, tendo a ctz de q ele nao abriria a boca pra ngm, já que gostou de participar da brincadeira.
Ele nao gosou, mas repetimos a festa outras vezes até que um dia ele soltou seu leitinho no meu pau.
Depois disso a gente ficou se falando,mais nunca tocamos mais no assunto,ate que um dia, fui supreendido por ele me perguntar algo,mais o o amigo dele da escola,mas deposi conto isso


Nenhum comentário:

Postar um comentário