segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Punheta com o Amigo

O conto que eu havia prometido: esse conto é verídico, meu nome é
vinicius tenho namorada mas gosto de brincar com meus amigos. Moro em
Natal-RN, sou moreno, tenho 180m 19 anos 80kg e um pau de 17cm. eu
tenho um amigo chamado edivan, ele é branco, tem 175m uns 70kg e um
pau do mesmo tamanho do meu. Isso aconteceu à 2 anos atrás. uma noite
ele foi lá em casa para conversar e passar o tempo. Como conversamos
até tarde, minha mãe o convidou para dormir lá em casa, e ele aceitou.
Eu dividia o quarto com o meu irmão mais velho, mas ele dormiu rápido.
estávamos assistindo quando edivan me pergunta se ainda tenho videos
hentai no celular (sou otaku e sempre gostei dessa coisas). Quando
começamos a assistir os videos nossos paus logo ficaram duros, e nós
começamos a alisar nossos cacetes por cima dos calções. Então edivan
me pergunta se tenho régua para medir nossos paus (sempre medimos, e
sempre dá empate em tamanho, mas o meu é um pouco mais grosso) eu
procuro a régua por um tempo e finalmente acho. Mas quando íamos
medir, meu irmão deu sinal de que acordaria. Então resolvemos sair do
quarto e fomos para a área que tem entre a porta e o portão. Eu fechei
a porta com chave para evitar problemas. A essa altura já era umas
duas horas da manhã e não havia movimento algum na rua. Então voltamos
a assistir os videos, dessa vez tiramos os calções e ficamos só de
cueca alisando nossos paus que já estavam envernizados de tão duros.
quando criamos coragem para bater ali, em frente a minha casa mesmo,
tiramos nossas cuecas e pegamos a régua para fazer a medição, ambos os
paus tinham o mesmo tamanho, 14cm. Mas as semelhanças paravam por aí,
o meu pau é escuro e com a cabeça rosa escura coberta por um pouco de
pele. Já o pau de edivan é branco, circuncidado e com a cabeça rosa
claro. Eu provoquei ele dizendo que meu pau era mais grosso, ele
descontou dizendo que seu pau babava mais (era verdade, babava pra
caramba), mas eu vencí dizendo que meus jatos de porra iam mais longe
(uma vez estava batendo punheta em frente a tv e quando tava perto de
gosar olhei pro meu pau, e o primeiro jato veio forte bem no meu olho,
que ficou vermelho e ardendo por uns trinta minutos) depois que ele
admitiu a derrota Começamos a punhetar de leve e o pau de edivan já
soltava baba igual uma fonte. Nós logo já estávamos em uma punheta
frenética quando de repente o celular de edivan que estava no bolso do
seu calção toca, era sua namorada. eles conversaram por uns quinze
minutos e finalmente ele desligou. Mas meu pau já estava mole e o dele
meia bomba. Então voltamos a assistir os videos, mas quando nossos
paus ficaram duros de novo, paramos de assistir, quer dizer, fingiamos
que estávamos assistindo, mas estávamos olhando disfarçadamente um
para o pau do outro. Depois de um tempo, edivan com o riso mais sinico
do mundo disse que meu pau tava muito seco e passou a mão na cabeça do
pau dele e levou a mão cheia daquele liquido até meu pau. Ele subiu e
desceu a mão duas vezes no meu pau, deixando meu pau todo melado com a
baba do pau dele, depois soltou. ficou rindo, eu não acreditei. Já
tínhamos batido várias vezes juntos, mas cada um no seu. Estávamos
sentados lado a lado. Continuamos batendo sem falar nada, mas enquanto
eu me punhetava, melava a minha mão naquela baba. Aquilo me deixou
louco, e aí não resisti, peguei o pau de edivan. Ele me olhou com um
riso sonso e pegou meu pau de novo. A mão dele era quente e grande, e
seu pau tava babado e de vez em quando  dava um pequeno pulso de tão
duro. enquanto fazíamos "mão amiga" seu pau tava babando mais do que
nunca, e o meu tava tão duro que as veias ficaram muito salteadas, ele
riu dizendo que minha mão já tava toda melada da baba do seu pau , eu
ri de volta e disse que ia descontar, ele perguntou como e eu só ri. O
clima já era de total descontração e diversão. Eu já sabia como iria
descontar. Aumentei a rapidez das estocadas no pau dele, ele fez o
mesmo, mas eu tenho mais resistência, então ele gozou (o pau dele
solta muito mais porra que o meu, mas só escorre) era tanta porra que
escorreu  na minha mão, escorreu no saco dele e fez uma pocinha no
chão. Aí eu soltei o pau dele e com a mesma mão fiquei me punhetando
enquanto ele olhava. Quando tava perto de gozar mirei a cabeça do meu
pau pro rosto dele (eu queria acertar a boca dele, mas ele já tinha me
visto gozar várias vezes kkkkkkkkk). Quando eu gozei ele levantou o
rosto. O primeiro jato chegou até o queixo, mas não foi até a boca.
Entramos em casa, nos limpamos e fomos dormir.
É isso, desculpem os erros, e o tamanho, mas é a primeira vez que
escrevo um conto. Se gostarem posso contar da vez em que nos chupamos,
e a vez que finalmente comi ele. VALEU!!!

2 comentários:

  1. Show esse conto cara! Para os heteros q gostam de punheta, chama la no wathsapp 8588532629. Valeu galera... curto muito trocar imagens e videos de sacanagem!

    ResponderExcluir