terça-feira, 17 de outubro de 2017

Foi assim que descobri a punheta


Quando tinha 13 anos, comecei a ter meus primeiros pêlos pubianos, mad ainda era um pouco bobinho,,sabe como é filho criado  e em condomínio fechado no mimos da mãe me estragou para eu ser meio desligado.
Então comecei a ficar com vergonha de urinar,na frente dos meus coleguinhas  e de classe mostrar para outros que estava ficando um pré adolescente.
 Foi quando descobri a punheta.
 Vou contar como foi.
Eu tenho um primo que se chamava Júlio César. Ele é um ano mais velho que eu, com 14 anos. 
Éramos muito amigos e sempre brincávamos juntos, daquelas brincadeiras de agarrar, dar murro, típico da mulecada.
Um dia estávamos na minha casa, sozinhos, brincando de MMA.
 Eu tava sem forças pedendo. Como ele  era mais velho e maior que eu, em um momento ele me agarrou, jogou no chão e caiu por cima de mim, dizendo:
- te peguei, cigano
Quando me imobilizou, imediatamente senti que ele estava me encochando, como fazia com meus amiguinhos. 
Ele me segurava, eu tentava sair, e ele dizia - - - Você está preso
 e não me soltava de jeito nenhum!
Eu fingia que tentava sair, mas ele me segurava.
 Quanto mais eu me mexia, mais eu sentia um volume na minha bunda. 
Seu pau estava ficando duro, e ele apertava mais e mais aquele mastro na minha bundinha virgem. Eu estava gostando! Era muito grande o volume que sentia me apertando...
Bom, eu finalmente sai e olhei para sua calça de moletom: vi aquela tora que ia do meio até o bolso da calça! Não falei nada, nem ele, mas adorei o que vi...
Mais tarde no mesmo dia resolvemos ir para o clube de piscina dentro do condomínio  da minha casa. 
Fomos, jogamos um pouco de bola e aquela imagem não saia de minha cabeça. Até que ele falou:
- vamos para a sauna?
- Está bem vamos
. Topei imediatamente!
Entramos no vestiário, tiramos nossa roupa. 
E pela felicidade era fim de tarde o clube estava vazio,por se tratar ser meio da semana
Ficamos somente de sunga, e fomos para a sauna.
Eu no auge de meus 12 anos, fiquei super curioso para saber o que iria acontecer!
Quando estávamos na sauna, eu disse que ia fazer urinar e ele ficou sozinho. 
Quando voltei, abri a porta e o peguei com o pau dele para fora da sunga.
 Era grande para um garoto de 14 anos! Parei como se tivesse visto um monstro! 
Nunca tinha visto um pinto tão grande... os dos meus amiguinhos de troca-troca eram pequenos!
Ele guardou correndo de volta na sunga. Sentei ao seu lado e senti meu pinto crescendo dentro da minha sunguinha. 
Ai perguntei a ele:
- Ei Júlio César, que voce estava fazendo?. - - -- Batendo uma punheta, ele disse
Vendo minha cara de espanto e curiosidade, ele perguntou: 
- voce sabe bater punheta?
E depois riu de mim
- kkkkkk
 Eu disse que não...
 Ele se espantou e disse :
- Meu irmão voce tem 13 anos e nunca bateu uma punheta???
Eu disse que não sabia do que ele estava falando. Ele olhou para minha sunga e disse --- Mas seu pinto está duro né, seu safado!. Abaixei a cabeça de vergonha. Ele disse 
- Então faz assim, ó...", e tirou o pauzão para fora e me mostrou como punhetar. 
Eu, com muita vergonha, fiz o mesmo. Botei meu pau para fora da sunga e comecei a esfregar para cima e para baixo, num vai e vem alucinante! Estava adorando, quando ele disse 
- Calma não é bem assim... deixa eu te ajudar!
Nisso ele largou o seu pau e pegou no meu! Eu quase tive um troço, em sentir a mão dele agarrando meu pênis! Ele começou a puxar pra cima, pra baixo, pra cima, pra baixo, bem devagar, e foi aumentando a velocidade. Comecei a sentir um negócio muito gostoso, quando ele parou e disse 
- vou parar senão voce vai acabar gozando!
Eu não resisti, venci a vergonha e disse 
- deixa eu fazer no seu
 Ele falou que claro que sim! Eu peguei no pinto dele, que estava todo melado - fiquei com muito nojo! - e também o punhetei, devagar. Ele disse :
-vai mais rápido
Comecei a acelerar, e de repente ele falou para eu parar, senão ia gozar na minha mão. Eu parei e pensei 
"o que será gozar?
 Fomos embora.
De noite, fomos dormir. Meus pais nos acomodaram no meu quarto, com um colchão ao lado da minha cama para ele.
Quando a porta do quarto fechou, com tudo no escuro, eu perguntei a ele o que era gozar. Ele disse 
- Ei deita aqui comigo que eu te ensino
Imediatamente escorreguei de minha cama para o colchão. Quando deitei ao seu lado, bati a mão nele e já senti seu pauzão duro debaixo do pijama. Imediatamente meu pau endureceu muito! Ele disse
- Eu vou fazer voce gozar, meu xapa 
Disse rindo. Ele levou a mão até meu pau, que estava muito duro.
 Tirou para fora do pijama e começou a me punhetar e ficou falando no meu ouvido 
- Tá gostando, primo ? vai gozar hoje hein? depois é sua vez viu? 
- E vai fazer eu gozar também..
.. Em poucos minutos eu comecei a sentir algo maravilhoso, como nunca tinha sentido antes... 
um calor começou a subir pelas minhas pernas, uma tremedeira no corpo todo, e senti como se fosse mijar! Ele percebeu e acelerou a punheta! De repente eu gozei! Gozei MUITO, acreditem, com MUITA PORRA! Acho que toda a porra acumulada saiu em jato forte, que senti cair em meu queixo! Ele falou 
- gozoooooouuuuu
Eu me espantei, porque não tinha a menor ideia do que era aquele líquido!
Ai ele me explicou o que tinha acontecido, o que era a porra, pra que servia e falou 
- precisa tomar cuidado, muleque! já pode ser papai, HAHAHAHA!
 Eu achei o máximo o cheiro, a textura da minha porra, e fiquei orgulhoso!
Ele disse que era a vez dele. Imediatamente agarrei seu pinto que estava muito duro e comecei a punhetar. Foram poucas estocadas no pinto melado e meu primo gozou em minha mão. Sua porra era quente, escorreu entre meus dedos e caiu em seu saco peludo... fiquei passando a mão e sentindo aquela coisa gostosa!
Ele quase desmaiou de tanto tesão!
Estávamos os dois com os pijamas melados, mas totalmente saciados.
Ele me deu um beijinho na testa e disse, - agora vamos dormir, amanhã tem mais
Nem dormi direito. Mau esperei para chegar o dia seguinte.
Foi assim que descobri a punheta!

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Eu flagrei meus amigos na masturbação


A gente na adolescência sempre é comum ,guardar segredos.
E eu lendo esse blog ,tomei coragem de contar o que meu amigo ,viu nesse  feriado que oassou.
Um amigo meu de confiança me contou que estava na casa um de seus amigos jogando play 4,
Essa que me contou  tem 15 anos e seus dois amigos tem 14 anos ambos na faixa de amizades ,,, ai , a mae desse de 15 anos ligou dizendo que ia demorar mais um pouco e que tinha deixado uma carne  e em cima da geladeira descongelando e como a casa dele tem vários  e gatos,sua mãe que tire e coloque em um local seguro,mesmo contra  gosto ele foi.
E como muita raiva foi na casa, para executar uma tarefa da mae, 
E depois de uns 40 minutos , ele retornou, entrou na casa bem de vagar com a intenção dele era dá um susto dele, quando, ele vai chegando, eles nao estavam na sala, mais ouvia vozes e barulho de som de filme porno no vindo do quarto dele, quando, ele chega seus amigos, estavam pelados ,com o pau muto duro,meladinha e  estao batendo punheta( se Masturbando ), e eles e que mais chamou atenção deles que um disse para outro 
- vamos bater para outro?
E outro segundo ele dizendo concordou.
- Tá vamos sim !
E foram logo pegando um no pau do outro,eles parava por segundos passava mão no saco do outro no pau admirando ,observando e continuaram a bater para outro ,fazendo a mão amiga  , eu particularmente achei muito massa.não sou gay , mais me deixou exitado,voce ja aconteceram isso com vocês ou algo semelhante?

Novinho do zap